Início / Lifestyle / Arte & Cultura / Artista Sonia Guggisberg abre a exposição “Contaminações”

Artista Sonia Guggisberg abre a exposição “Contaminações”

Dia 18 de março, sábado, das 11h às 14h, no Senac Lapa Scipião. A exposição apresenta obras em som, vídeo e fotografias sobre o tema contaminações e suas invisibilidades.
Trabalho da artista também pode ser visto em Avenida Paulista, exposição coletiva que acontece no MASP até 28 de maio. 

exposicao-sonia-guggisberg
Série: Not for Human use

espaco4
O Senac Lapa Scipião abre a exposição “Contaminações”, da artista convidada Sonia Guggisberg, no dia 18 de março, sábado, das 11h às 14h, com conversa com a artista às 12h.

Este projeto expositivo consta de obras em som, em vídeo e em fotografias realizados entre 2013 e 2016 que deflagram as contaminações do subsolo e suas metáforas. A contaminação não pode ser confinada, pois, mesmo diluída e invisível, ela penetra nos seres vivos de diversas formas.

Um bom exemplo é a Praça Victor Civita, (atualmente fechada) que inspirou parte dos trabalhos apresentados. Nela funcionou por 40 anos o Incinerador Municipal de Pinheiros, com capacidade para a queima de 200 toneladas de lixo por dia, o que acabou por contaminar o solo de toda região.

O objetivo de “Contaminações” é ampliar a discussão sobre esta questão, não ficando somente no subsolo urbano, mas a expandindo para a educação.

Para isso, a artista Sonia Guggisberg usa jogos educativos infantis, próteses contaminadas e a história de espaços urbanos para construir suas obras.


Sobre as obras que integram o Projeto


“Mercúrio”
Uma série de fotografias, feitas com mercúrio virgem em um jogo educativo de madeira deram origem a este trabalho. Ampliadas e montadas como um piso de verdade, o mercúrio aflora entre os pedaços de madeira. Trata-se de um metal líquido e inesquecível por sua condição de espelho, que se infiltra sem deixar resíduos visíveis.

42 módulos de Imagens adesivadas sobre madeira Dimensão total 6m x 4m. Ao fundo de “Mercúrio” vê-se a projeção de “Reflexos” que mostra a contaminação invadindo a natureza.
42 módulos de Imagens adesivadas sobre madeira. Dimensão total 6m x 4m. Ao fundo de “Mercúrio” vê-se a projeção de “Reflexos” que mostra a contaminação invadindo a natureza.

espaco4
“Lost Sounds”
Apresentado em 2014 na Praça Victor Civita e pensado como uma ecologia de sons e ruídos, este trabalho apresenta o resultado de uma longa pesquisa sobre a história local. Tem o objetivo de recriar passagens sonoras sobre o dia-a-dia do incinerador municipal que contaminou o terreno no bairro de Pinheiros. “Lost Sounds” recria os sons dos restos do que foi incinerado e traz ao público uma experiência sonora específica. Nesta exposição “Lost Sounds” é um trabalho documental do site specific apresentado. Seus sons tomam conta de todo espaço expositivo reforçando o sentido do conjunto das obras apresentadas.

“Jogo Sujo”
Inédito, “Jogo Sujo” é um vídeo feito dentro de um jogo educativo. Preenchido com mercúrio, vemos suas peças sendo movimentadas cuidadosamente enquanto o metal líquido se desloca. Todo cuidado é pouco, pois, o risco de contaminação é iminente.

“Not for Human Use”
A série de 6 fotografias, montadas em alumínio, mostra modelos de próteses humanas contaminadas.

“Ancorados”
Em vitrines de vidro repletas de água, jogos educativos em madeira são submersos, presos e ancorados em baixo da água.

MASP e lançamento de Livro

Algumas das imagens deste trabalho podem ser vistas na exposição Coletiva Avenida Paulista, em exibição até 28 de maio do MASP – Museu de Arte de São Paulo.
Algumas das imagens deste trabalho podem ser vistas na exposição Coletiva Avenida Paulista, em exibição até 28 de maio do MASP – Museu de Arte de São Paulo.

espaco4
A artista e pesquisadora Sonia Guggisberg lançará seu livro durante o período da exposição, em data ainda a ser marcada. O livro apresenta histórias de subsolo na exposição individual Contaminações e arquivos documentais em seu livro onde traz à tona a história dos subterrâneos do “Projeto Nova Paulista” e da brutal realidade da interrupção. Infelizmente a lógica que culminou em sua concepção e em sua construção apagou-se no enterro, no abandono e no possível esquecimento. Trata-se de um projeto promissor que, com o passar do tempo, tornou-se simples resto de um objetivo interrompido, de um destino quase apagado.

A realização da obra, entre 1.970 e 1.973, permaneceu suspensa entre a utopia e o nada. Símbolo da potência e da dinâmica de São Paulo, a Avenida Paulista repousa de fato, ainda hoje, sobre os restos destas construções abandonadas.

Algumas das imagens deste trabalho podem ser vistas na exposição Coletiva Avenida Paulista, em exibição até 28 de maio do MASP – Museu de Arte de São Paulo.

Sobre a Artista Sonia Guggisberg

(Doutora em Comunicação e Semiótica pela Puc SP)

artista-sonia-guggisbergAtua como artista, videomaker e pesquisadora participando de mostras coletivas e Individuais, palestras e workshops no Brasil e em outros países desde a década de 90. Hoje seu projeto de pesquisa passou do subsolo urbano em São Paulo e o redesenhar da cidade para o redesenhar das identidades. Seus trabalhos são em fotografia, site specific, instalação em vídeo e som, e documentário experimental. Já realizou diversas exposições individuais e, além do Brasil, seus trabalhos já foram exibidos na Alemanha, México, Colômbia, Espanha, França e EUA. Possui obras nas no acervo do Museu Lasar Segall, Museu de Arte Contemporânea de SP, SESC, Pinacoteca e Instituto Figueiredo Ferraz entre outros. Em 2015 a artista ganhou o Prêmio Brasil de Fotografia (Porto Seguro) com seu trabalho “Ensaios”.

Contaminações
Exposição da artista Sonia Guggisberg

Abertura: dia 18 de março, sábado, das 11h às 14h
Conversa com a artista às 12h
Período: de 18 de março a 20 de maio
Local: Senac Lapa Scipião
Galeria térreo. Rua Scipião 67 – Lapa, São Paulo – SP
Telefone: (011) 3475-2200 Fax:(11) 3475-2299

Horário de funcionamento: De segunda a sexta-feira
10 às 21 horas, e aos sábados, das 8 às 14 horas.

Sobre A Redação

Veja Também

O Cluster celebra seus 5 anos no CCBB e Casa França Brasil

Plataforma que fomenta os novos talentos de arte, moda, gastronomia, música e design, ocupa o …

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *