Início / Motores / Aviação / Jato PC-24 decola e promete inaugurar nova categoria na aviação executiva

Jato PC-24 decola e promete inaugurar nova categoria na aviação executiva

jato-pilatus-pc-24-business-jet-1

Projetado com objetivo de oferecer a versatilidade de um turbo-hélice, o espaço de cabine de um jato médio e a performance de um jato leve, o PC-24 recebeu da Pilatus Aircraft a classificação de Super Versatile Jet, inaugurando uma nova categoria para a aviação de negócios.

A ambiciosa proposta prevê a homologação de um avião capaz de operar em pistas de terra, mesmo com motores a reação, e transportar mais carga do que qualquer outro jato leve, com grande potencial em países como o Brasil.

Lançado em maio de 2013, o PC-24 promete inserir a suíça Pilatus, reconhecida por suas aeronaves turbo-hélices de alta performance, no mercado de jatos leves. Ou seja, a proposta representa um embate direto com Cessna, Embraer e Bombardier no competitivo mercado dos medium light jets, segmento em que fabricantes tradicionais como a Hawker não sobreviveram.

jato-pilatus-pc-24-business-jet-2

Sem grandes tradições no mercado, possuindo um portfólio da aviação de negócios que inclui apenas o PC-12, a Pilatus teve de buscar inspiração em sua própria gama de aeronaves, composta pelos treinadores militares PC-21, PC-9 e PC-7 e pelo STOL PC-6.

Utilizando a expertise obtida em mercados completamente distintos, os engenheiros sugeriram um avião a jato com a flexibilidade reconhecida do PC-12, com a possibilidade de operar em ambientes extremos para um avião de negócios a jato.

jato-pilatus-pc-24-business-jet-6

Painel personalizado

Os dados iniciais preveem uma razão de subida do PC-24 de até 4.075 pés/min, podendo acender para o nível de cruzeiro (FL450) a partir do nível do mar, em apenas 30 minutos. No cokcpit, o jato suíço conta com uma suíte de aviônicos desenvolvida com exclusividade pela Honeywell Aerospace. O ACE (Advanced Cockpit Environment) dispõe de quatro telas de 12 polegadas, sendo considerado um dos elementos-chave para a performance do PC-24.

jato-pilatus-pc-24-business-jet-5

Outro diferencial do PC-24 é a porta de carga com dimensões de um pallet padrão (1,25 m x 1,30 m) de série, algo inédito na categoria. Segundo a Pilatus, “cada produto icônico incorpora pelo menos uma característica que o diferencia de forma dramática da concorrência”. Além disso, o interior do avião pode ser facilmente convertido numa ampla gama de configurações, desde interior VIP até uma opção para cargas leves ou aeromédico.

jato-pilatus-pc-24-business-jet-4

A cabine ainda é uma das mais espaçosas da categoria, com 7,01 m de comprimento, 1,69 m de altura e 1,55 m de largura, oferecendo diversas opções de layout.

Ao ingressar no mercado de jatos, a Pilatus pode não apenas tornar viável seu produto, mas, também, criar um novo segmento, batizado justamente SVJ (Super Versatile Jet). Após o anúncio do avião, analistas chegaram a considerar a empreitada um devaneio, muitos apostando no encerramento do programa já na fase inicial.

jato-pilatus-pc-24-business-jet-3

Os primeiros clientes devem cumprir uma vasta gama de missões, sejam privadas, comerciais ou especiais, como aeronaves corporativas, táxis-aéreos ou públicas, fazendo desde voos em condições extremas até aeromédico e transporte VIP.

“Nossos primeiros clientes planejam utilizar seus PC-24 num amplo e variado espectro de missões, com suas características únicas. Acreditamos que nossa aeronave é adequada para cada caso”

afirmou Oscar J.Schwenk, presidente do Conselho de Administração da Pilatus.

Via |  Pilatus Aircraft

Sobre A Redação

Veja Também

Ducati Panigale V4 é de tirar o fôlego!

Com a Ducati Panigale V4, o fabricante de Bolonha acaba de projetar uma máquina com …

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *