Home / Alto Luxo / Tiffany apresenta peças da coleção Blue Book

Tiffany apresenta peças da coleção Blue Book

tiffany-blue-book

A cada ano desde 1845 nos primeiros dias de outono, a Tiffany & Co. apresenta uma nova coleção de alta joalharia, que consiste em peças únicas mostrando as gemas de diamantes mais excepcionais. Este ano, a nova edição da famosa coleção Blue Book apresenta peças da natureza e da arte da transformação.

Conhecida como a coleção mais high-end e exclusiva da Tiffany & Co, o Blue Book é um catálogo dos sonhos: a cada ano, a joalheria busca um tema axial para exibir seus mais raros e belos diamantes em peças one of a kind, que funcionam como a grande vitrine dos 179 anos de expertise e luxo representados pela marca.

Para a edição de 2016, a coleção assinada pela diretora de design Francesca Amfitheatrof – que assumiu o posto em 2013 – é uma continuidade da seu primeiro Blue Book, lançado ano passado. Se em 2015 a isnpiração era A Arte do Mar, em 2016 o tema é a Arte da Transformação, seguindo um ciclo evolutivo.

tiffany-blue-book-2

Reconhecida em todo o mundo, os diamantes da Tiffany refrata seu jogo incessante de luzes em movimento. Mostrando as habilidades dos artesãos da casa, uma constelação de diamantes, esmeralda, marquise e oval, parecem captar a energia dos rios vigorosos que correm para o mar.

Artesãos têm perpetuado a experiência que caracterizam a casa Tiffany com o lançamento de dois anéis excepcionais que se levantam para a luz graças a um diamante de 8,56 quilates, sem falhas internamente. Há também na coleção pulseiras forradas com diamantes de 10,25 quilates que brilham em todo o seu esplendor em uma placa de platina.

tiffany-blue-book-3

Acima o anel “Dome de Tanzanita”, rodeada por fileiras alternadas de diamantes e safiras, uma tanzanita com lapidação sugarloaf de 32,27 quilates brilha no centro deste design ornado em platina. Safiras redondas, peso total em quilates: 1,29; diamantes com lapidação brilhante, peso total em quilates: 1,09. Envolvendo uma tanzanita exuberante, listras delicadas de diamantes e safiras capturam a beleza dinâmica das transformações constantes de cores e estampas da natureza.

Descoberta nas encostas do Monte Kilimanjaro, na África Oriental, a tanzanita foi a primeira gema azul transparente a ser encontrada em centenas de anos e é cobiçada por sua rica cor azul-violeta.

Via |  Tiffany & Co.

Sobre A Redação

Portal criado em 2000 e lançado em 2006, temos o maior conteúdo sobre o Mercado de Luxo e somos o maior da América Latina, com atualização de notícias diariamente. Publicamos milhares de artigos e pontos de vista em mais de 40 categorias de luxo.

Verifique Também

Pintura de Claude Monet é vendida por R$ 431 milhões em leilão

Amantes de arte ardentes podem gastar milhões quando se trata de comprar seus favoritos. E …

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *