Home / Bem-Estar / Beleza / Natura lucra R$ 73,1 milhões no 3º tri apesar do ‘contexto desafiador’

Natura lucra R$ 73,1 milhões no 3º tri apesar do ‘contexto desafiador’

produtos-natura

Desafiador, sim, esta palavra tem sido usada ao longo das apresentações de resultados do terceiro trimestre de 2016 por várias companhias brasileiras. Com a gigante da beleza Natura, não foi diferente. Assim, na publicação dos resultados para o 3º trimestre findo a 30 de setembro, a companhia diz ter sofrido com o “contexto desafiador” imposto pelo mercado doméstico e o aumento contínuo da carga tributária no Brasil.

Esses fatores levaram seu lucro líquido consolidado a sofrer uma queda de 44,6% em relação ao mesmo período de 2015, com 73,1 milhões de reais (21,38 € milhões). Já no acumulado dos nove primeiros meses do ano, o lucro chega a 94,9 milhões de reais (27,75 € milhões), ainda apresentando queda de 74,2% em relação ao mesmo período de 2015.

A companhia, que na noite da última terça-feira comunicou ao mercado a renúncia do seu CEO, Roberto Oliveira de Lima, sucedido pelo vice-presidente comercial do grupo, João Paulo Ferreira, obteve receita líquida consolidada de 1.902 bilhão de reais (556,22 € milhões), exibindo queda de 4,7% em relação ao terceiro trimestre de 2015. Os papéis da companhia na Bolsa de São Paulo caíam mais de 4%, após a renúncia do seu presidente-executivo.

Já o volume total de negócios, envolvendo todas as atividades, no Brasil e no exterior ficou em 2.656 bilhões de reais (776,72 € milhões), ou seja, queda de 3,9% sobre um ano. Quanto ao Ebitda consolidado do período, este exibiu retração de 20%, em comparação com o mesmo trimestre 2015, indo aos 319,8 milhões de reais (93,52 € milhões).

No Brasil, seu maior mercado, a Natura tem enfrentado os obstáculos do momento econômico, onde os consumidores têm buscado cada vez mais produtos de preços mais acessíveis, em especial entre perfumes e produtos para corpo e o rosto, mais sensíveis à renda da população e representantes de 60% da receita da Natura. Isso corroborou para uma queda de 7,1% na sua receita líquida doméstica, 1.265,5 bilhão de reais, face ao 3º trimestre de 2015.

No entanto, a companhia explica que, diante deste cenário, já está levando a cabo um ajuste de promoções e de gama de produtos mais adaptados ao contexto e passíveis de reativar os pedidos por parte das consultoras.

No que concerne às atividades internacionais, América Latina (Latam), a marca de cosméticos premium Aesop e França, a Natura se saiu bem, mantendo um crescimento acelerado de dois dígitos em moeda local. O lucro líquido aí foi de 637,1 milhões de reais, exibindo ligeiro crescimento de 0,5% em relação ao mesmo trimestre de 2015, mas com 19,4% de aumento no acumulado dos nove primeiros meses de 2016.

Na América Latina, seu canal de consultoras obteve um crescimento de 10,6%, em moedas locais, face ao 3º trimestre de 2015. Já a Aesop fechou o período com 169 lojas em 20 países (120 lojas em 18 países no mesmo trimestre de 2015), exibindo um crescimento de 13% no conceito Mesmas Lojas.

Aliás, a segunda unidade da Aesop no Brasil foi aberta com grande pompa, no último 5 de setembro, no badalado bairro de Vila Madalena, ostentando uma arquitetura única e rústica pensada pelos célebres designers Fernando e Humberto Campana.

Já o Ebitda das operações externas da Natura (Latam, Aesop e França) alcançou um belo crescimento de 49%, indo aos 101 milhões de reais e representando 32% daquele consolidado, ante 17% no terceiro trimestre de 2015.

Por fim, A Natura levou também na quarta-feira, 26 de outubro, sua linha de cuidados com a pele TEZ a 32 unidades da rede Raia Drogasil em São Paulo, um teste que, se der resultados, pode ganhar outras regiões do país, segundo a companhia. A Linha de produtos SOU, por sua vez, já pode ser encontrada em 1.334 farmácias e deve ganhar mais espaço nas prateleiras em 2017, uma vez que a Natura diz ter recebidos bons resultados.

A Companhia conta hoje com 4 unidades físicas, sob gestão direta, em shoppings da cidade de São Paulo e com 82 mil franqueadas no canal Rede Natura (eram 54 mil no 3º trimestre de 2015), além de 1.200 consumidores cadastrados.

fmag2

Sobre A Redação

Portal criado em 2000 e lançado em 2006, temos o maior conteúdo sobre o Mercado de Luxo e somos o maior da América Latina, com atualização de notícias diariamente. Publicamos milhares de artigos e pontos de vista em mais de 40 categorias de luxo.

Verifique Também

Embraer abre 100 vagas para o Programa de Estágio 2019

A Embraer iniciou as inscrições para o processo seletivo do Programa de Estágio 2019. Cerca …

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *