Início / Fashion / Gisele Bündchen é o rosto da Rosa Chá para este verão

Gisele Bündchen é o rosto da Rosa Chá para este verão

Após expandir das areias para um guarda-roupa completo, a grife amplia seus horizontes.

gisele-bundchen-rosa-cha

Após expandir das areias para um guarda-roupa completo, a Rosá Chá amplia seus horizontes e aparece mais sofisticada, com lojas reformuladas e uma moda pensada para mulheres multifacetadas. Para coroar o novo momento, a grife convocou ninguém menos que Gisele Bündchen para estrelar a sua nova campanha, primavera/verão 2018.

Durante a sessão de fotos, Gisele foi clicada por Nino Muñoz no mítico Electric Lady Studios em NY, estúdio que foi construído por Jimi Hendrix e por onde passaram Eric Clapton, Patti Smith, David Bowie, Led Zeppelin, Adele… A foto faz parte da nova campanha de primavera-verão 2017/18 da marca e não dá pra ver muita coisa, mas a gente já sabe que a modelo curte tocar um violão e cantar, né?

Gisele recheou a própria mala com sete das 20 peças usadas nos cliques (entre elas, uma calça flare de lurex e uma jaqueta de couro), que aterrissam na flagship da Oscar Freire e as lojas Rosa Chá no shopping Iguatemi e JK Iguatemi, que reabrem com o novo layout, no dia 5 de julho.

gisele-bundchen-rosa-cha2

Profissional, casada e mãe, acostumada a falar pelo FaceTime com os filhos entre um clique e outro e a frequentar estádios de futebol para torcer pessoalmente pelo marido, o jogador Tom Brady, Gisele é a personificação da mensagem que a Rosa Chá agora quer passar.

Criada por Amir Slama em 1993, a Rosa Chá se tornou rapidamente símbolo de desejo pelo País, conquistando o Brasil e o mundo com seu beachwear sofisticado.

Adquirida pelo grupo Restoque (leia-se Le Lis Blanc, Bo.Bô, John John e Dudalina, entre outras marcas) em 2012, seis anos após ter sido vendida por Amir para outro grupo, a grife que faz parte do imaginário nacional passou dois anos fora do mercado sendo reformulada: expandiu sua moda para além da praia e começou a oferecer um guarda-roupa completo, com peças para o dia a dia e acessórios. Agora, três anos e 30 novas lojas depois, a Rosa Chá dá um passo à frente e se reapresenta mais sofisticada, madura e premium, prometendo ampliar seu público.

Oferecendo peças elegantes e casuais, como calças desabadas de crepe, uma camisaria despojada, tricôs com lurex e macacões de seda, além de bijoux, sapatos e 40 itens de denim, a marca surge em sintonia com mulheres multifacetadas. Elas trabalham, circulam e emendam a agenda atribulada do dia a dia com uma programação noturna que inclui os melhores eventos da cidade – como a joalheira Raquel Correa, a designer de acessórios Guta Virtuoso e a globe-trotter Didi Krepinsky, que vestem em primeira mão nestas páginas a coleção de estreia da nova fase, à venda a partir do fim deste mês.

“É uma moda elegante e moderna para mulheres contemporâneas, que têm muitos compromissos no mesmo dia e gostam de estar sempre arrumadas”, avalia Raquel.

Ainda que essencialmente diurno, o guarda-roupa da grife circula também pela noite com desenvoltura – além de itens de renda ou elaboradamente bordados, espere também por jaquetas perfecto, saias e calças de couro craquelado.

A ótima sacada é que essas peças são feitas com base de moletom, migrando com muito conforto para o dia. “A jaqueta craquelada que vesti com saia na foto também funciona muito bem jogada por cima de uma camiseta podrinha, com jeans e coturno”, ensina Guta.

Versáteis também são os 20 itens da coleção-cápsula masculina: os moletons, t-shirts e jeans são perfeitos para serem “roubados” da mala do namorado naquele fim de semana na praia ou na Fazenda Boa Vista.

Sobre A Redação

Portal criado em 2000 e lançado em 2006, temos o maior conteúdo sobre o Mercado de Luxo e somos o maior da América Latina, com atualização de notícias diariamente. Publicamos milhares de artigos e pontos de vista em mais de 40 categorias de luxo.

Veja Também

Par de tênis Zig Zags da Louis Vuitton é lançado no mercado

A Louis Vuitton tem desempenhado um papel influente na moda global. Agora com sede em …

Um comentário

  1. Na minha opiniao isto deveria ser bem diferente,o Brasil e conhecido por ser um pais de lindas mulheres.
    Nao que a Gisele nao seja linda mas, esta na hora de explorar outras belezas… A minha por exemplo,nao famosa,mas a brasileira que mais se parece com a diva de sempre Marillym Monroe…
    estou so esperando quem vai me descobrir e ficar milionario. FATO!

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *