Início / Casa & Decoração / Décor da década de 50 em projetos contemporâneos

Décor da década de 50 em projetos contemporâneos

A inserção de elementos do décor na década de 50 em projetos contemporâneos traz mais charme aos ambientes.


Os anos 50 foram emblemáticos para a decoração. Com um mix de cores, texturas e volumes, a década trouxe o modernismo aos ambientes, com um mobiliário futurista e repleto de vivacidade. Numa composição superharmoniosa, móveis dos anos 50 dão uma bossa interessante neste loft contemporâneo assinado pela designer Danielle Bellini.

Nos dias de hoje, é tendência utilizar o vintage e o retrô na composição dos ambientes e as linhas modernas, as cores vibrantes e a mistura de materiais dos anos 50 são as preferidas para compor o layout.

A designer de interiores Danielle Bellini, do escritório Bellini Arquitetura e Design de Interiores, em um projeto recente, para um loft, especificou um mobiliário inspirado na década de 50 em um espaço extremamente contemporâneo, mostrando como essa mistura está em voga e traz linda harmonização aos ambientes.

“O projeto tem como base a mistura dos móveis contemporâneos com os móveis clássicos. Então fiz uma mescla dos móveis dos anos 50, que são em madeira caviúna, madeira maciça, a base principal do mobiliário em lâmina e, claro, os pés palito, a marca mais forte e representativa dos móveis daquela época. Estas características são bem marcantes dos anos 50. Em todo o contexto, fizemos uma mistura entre peças contemporâneas e dos anos 50, com as mesas cor de rosa que estão no centro do espaço, por exemplo”, conta.

As cores também têm seu papel fundamental no décor dos anos 50. Alegria e vivacidade eram a marca predominante, com paletas em azul, amarelo e verde ressaltando o ambiente. “Nós fizemos uma mistura entre o azul e o verde oliva, que foram cores bem utilizadas nos anos 50 e deram toda uma bossa para ambientação contemporânea. Fizemos também um ‘retrôfit’ em uma cadeira da década de 50 onde a base dela é em metal, pintada em dourado e o assento em azul. Cores típicas da época”, revela Danielle.

De uma carcaça de uma poltrona sueca surgiu, através do uso das novas tecnologias de projeto, uma nova versão inspirada no mobiliário da década de 50.

Fotos: Foto: Gustavo Xavier / Divulgação

Sobre A Redação

Portal criado em 2000 e lançado em 2006, temos o maior conteúdo sobre o Mercado de Luxo e somos o maior da América Latina, com atualização de notícias diariamente. Publicamos milhares de artigos e pontos de vista em mais de 40 categorias de luxo.

Veja Também

Casa Bravos, uma mansão minimalista em Itajaí – Santa Catarina

Extremamente minimalista, mas embelezando estilo moderno, a residência de luxo é chamada de “Casa Bravos” …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *