Home / Lifestyle / Arte & Cultura / Montblanc Celebra 10 Anos do St Moritz Art Masters

Montblanc Celebra 10 Anos do St Moritz Art Masters

Obras da Montblanc Art Collection serão expostas no evento internacional de arte que acontece anualmente no vale Engadin, nos Alpes Suíços.

montblanc-lori-hersberger-untitled

Nos últimos 10 anos, artistas, colecionadores e admiradores de artes se reúnem na idílica cidade de St. Moritz, nos Alpes Suíços, para o St. Moritz for Art Masters, um festival anual de artes e cultura internacional. Este ano, o festival acontece de 25 de agosto a 3 de setembro, marcado pelo retorno da Montblanc, celebrando uma década de arte “no topo da montanha”.

Além dos muitos eventos culturais especiais organizados durante o Art Masters, um dos destaques deste evento único é a “Walk of Art”, uma jornada de descoberta artística por locais públicos e privados em toda a região. De museus a hotéis, de galerias a espaços abertos com vistas deslumbrantes, todos os cantos de St. Moritz e sua região vizinha serão tomados por obras de arte expostas das maneiras mais inesperadas. Este ano, o St Moritz Art Masters proporcionará aos aficionados em arte e colecionadores internacionais a oportunidade de explorar as perspectivas artísticas de alguns dos artistas mais aclamados, entre eles David Hockney, Pipilotti Rist e o brasileiro Vik Muniz.

Uma seleção de obras da Coleção de Arte Montblanc será parte deste diálogo sem paralelo entre natureza e arte durante o festival de 10 dias.

montblanc-chiharu-shiota-state-being

Para marcar o 10º aniversário do Masters, Montblanc organizou uma seleção verdadeiramente internacional de obras da Montblanc Art Collection. A exposição terá lugar no ginásio de St. Moritz, com obras de Rina Banerjee, Angela Bulloch, Antonio de Felipe, Lori Hersberger, Keith Farquhar, Wang Yin, Mathieu Mercier, Christian Schmidt-Rasmussen, Chiharu Shiota, Luca Trevisani, Ulla von Brandenburg e Heimo Zobernig.

“A presença anual da Montblanc no Art Masters tornou-se um destaque do nosso calendário cultural. É quando oferecemos aos aficionados em arte a oportunidade de conhecer obras da Coleção de Arte Montblanc fora de uma galeria convencional”, explica Nicolas Baretzki, CEO Montblanc. “Além de apoiar o trabalho e a visão criativa de um grupo internacional de artistas, o objetivo da coleção sempre foi desafiar, inspirar e encantar o público, e que melhor maneira de fazer isto do que neste ambiente espetacular”.

Montblanc Art Collection

Desde 2002, a Montblanc vem construindo uma coleção diversificada, composta por mais de 200 obras de 170 artistas contemporâneos de renome internacional. Cada um deles foi convidado a interpretar o mundialmente famoso emblema Montblanc (a estrela de seis pontas, inspirada nos picos nevados do Mont Blanc) com seu próprio vocabulário visual. Muitos desses artistas estavam no início da carreira, quando Montblanc encomendou o trabalho para integrar a sua coleção; hoje, muitos estão entre os artistas internacionais mais famosos, entre eles Jean Marc Bustamante, Thomas Demand, Fang Lijun, Stephan Huber, Jonathan Meese, Jorge Pardo, Daniel Pflumm e Sylvie Fleury.

As obras da Coleção de Arte Montblanc são exibidas em todas as instalações da Montblanc em Hamburgo: escritórios, corredores, departamento de produção e, claro, no foyer na sede da Maison. Visitas regulares guiadas por artistas e historiadores da arte são oferecidas aos funcionários e mantêm a arte em exibição viva. A coleção também é acessível ao público através de visitas guiadas.

A exposição em St. Moritz

montblanc-rina-banerjee

Todas as peças apresentadas no St Moritz Art Masters deste ano têm sua própria identidade e caráter artístico distintivo, incorporando o emblema da Montblanc de forma surpreendente e criativa. Os “Monkeys” de Rina Banerjee (2007), referem à mistura de culturas orientais e ocidentais que a artista, nascida em Calcutá, experimentou em suas andanças pelo mundo. Nas suas aquarelas de cores intensas, às quais ela aplica materiais cintilantes, Banerjee interpreta magníficos cenários inspirados nas lendas indianas.

Parece que não há começo ou fim para as redes finas e nítidas criadas pelo artista japonês Chiharu Shiota. Em “Estado do ser” (2010), o emblema daMontblanc, feito de plexiglass, parece flutuar sem peso no ar em uma estrutura frágil feita de fios muito finos. Essas estruturas, delicadamente tecidas, semelhantes a teias de aranha, lenta e organicamente cultivadas, parecem triunfar sobre as leis do tempo e da física.

As obras do artista chinês Wang Yin levam motivos, assuntos e estilos de pintura bem conhecidos na história da arte e provocam distorção provocativa, desafiando o público a reinterpretar o conceito de pintura. Sua série “Flores” foi criada em colaboração com pintores comerciais que se especializam na arte popular chinesa. Para Montblanc, Wang Yin pintou o quadro “Flores para Montblanc” (2006) e incorporou o emblema Montblanc em um prado de flores.

As pinturas de acrílico sobre tela do artista espanhol Antonio de Felipe combinam motivos publicitários bem conhecidos e marcas de produtos com personagens de filmes ou quadrinhos, ou figuras da história da arte. Assim, a estrela de cinema Audrey Hepburn atende a Montblanc Star em seu “Retrado de Audrey Montblanc” (2005), uma pintura de grande formato, colorida e brilhante, distinta da corrente artística atual “Les nouveaux Pop”.

Outros trabalhos de uma seleção de artistas internacionais apresentados no St Moritz Art Masters incluem “E.T. De Mercury MB “de Angela Bulloch (2007), “Untitled” de Ulla von Brandenburg (2013), “A Pain in the V-neck” de Keith Farquhar (2005), “Untitled” de Lori Hersbeger (2005), “Montblanc de Mathieu Mercier (2004), “Untitled (formigas)” de Luca Trevisani (2008), “Montblanc“ de Christian Schmidt-Rasmussen (2003) e “Untitled” de Heimo Zobernig (2005).

Para mais informações sobre a Montblanc Art Collection, acesse o site oficial.

Via |  Montblanc

Sobre A Redação

Portal criado em 2000 e lançado em 2006, temos o maior conteúdo sobre o Mercado de Luxo e somos o maior da América Latina, com atualização de notícias diariamente. Publicamos milhares de artigos e pontos de vista em mais de 40 categorias de luxo.

Verifique Também

Coleção 2019 da Bang & Olufsen é inspirada no verão escandinavo

A nova coleção Bang & Olufsen Primavera Verão 2019 inspira-se nas cores delicadas do verão …

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *