Home / Lifestyle / Mundo PET / Dá para ter bicho e deixar a casa em ordem?

Dá para ter bicho e deixar a casa em ordem?

Nas cadeiras da mesa de jantar, poltronas e sofá, uma capa de brim, sarja, ou qualquer outro tecido grosso podem proteger o estofado, mas é preciso ficar alerta.

Se você acha que o melhor amigo do homem é o pior amigo da casa, está na hora de rever os conceitos.

Qualquer que seja seu animal de estimação, é possível achar soluções para que ele conviva de forma harmônica em casa, sem causar grandes estragos.

O decorador Roberto de Oliveira que o diga “tenho persianas, sofá de lona com capa de brim e tapete de sisal: minha gata se diverte sem estragar nada”.

Segundo ele, qualquer tecido que possa ser perfurado pelas unhas dos bichanos terá mais facilidade em esgarçar, então é melhor evitar.

Nas cadeiras da mesa de jantar, poltronas e sofá, uma capa de brim, sarja, ou qualquer outro tecido grosso podem proteger o estofado, mas é preciso ficar alerta.

animal-casa

Veja abaixo as dicas que separamos para que você e seu bicho de estimação, se sintam em casa.

Tapetes
Gatos têm o hábito de arranhar e desfiar as tramas, então é bom mantê-los longe dos tecidos. Outra coisa: a urina dos bichos, muito ácida, mancha mesmo. Para evitar o problema, uma das opções é o tapete de PET e polipropileno (criação da Casa dos Tapetes Manuais), resistente e fácil de limpar. Sugerimos um tapete de sisal. O bichano pode unhá-lo à vontade sem estragar. Mas lembre-se: os tapetes de sisal são mais difíceis de limpar.

Sofás / Estofado
Selecione tecidos de tramas bem fechadas, como brins, sarjas e couros sintéticos. Eles aguentam melhor as unhadas e exigem apenas um pano umedecido na limpeza. Materiais mais lisos como couro, couro vegetal e os tecidos impermeáveis (como a linha Acquablock, da Karsten) também são bons porque são práticos e resistentes à escovação, feita para retirar os pêlos.

Sedas devem ser evitadas por serem muito delicadas. Na hora de lavar, se o tecido não tiver acabamento nas extremidades, vai a dica: “É possível impedir que os tecidos desfiem ou esgarcem com as unhadas e a lavagem frequente costurando as pontas em uma máquina de overloque”. Compensa também investir na aplicação de impermeabilizantes nos tecidos para garantir a longevidade dos materiais.

Capa de sofá
Quem adora assistir TV fazendo um cafuné em seu bicho sabe que é impossível manter o estofado intacto. Para resolver esse inconveniente, basta esticar sobre o móvel este colchonete da Millie.
 
A peça, recheada de poliéster revestido de algodão, também pode ser usada sobre o banco do carro na hora de levar o pet ao veterinário. Ela mede 1,10 x 0,65 m.

 
Para tirar os pelos do estofado
Feito de borracha natural, o Pet Rubber, da Pet Society, descomplica essa rotina. Usado em movimentos circulares, ele coleta pêlos, fios e até poeira graças a sua eletricidade estática. Pode ser lavado com água e detergente neutro e reutilizado várias vezes. Nos tamanhos P e M. Sofá da Brentwood.

 

Móveis
Os gatos costumam arranhar os móveis para brincar, afiar as garras e se comunicar.
Em vez de eliminar esse hábito, disponibilize locais, como arranhadores, em que ele possa exibir seu comportamento sem fazer estragos. Vale tornar a área que ele unha desagradável com fitas adesivas duplaface.
 
Outro truque é espirrar água na cara do bichano na hora da ação. Se nada disso adiantar, coloque ao redor do sofá um fio de nylon amarrado a um objeto barulhento, como uma tampa de panela. Ele levará um pequeno susto sempre que atacar a peça e desistirá com o tempo. Para garantir a eficácia do processo, ofereça um arranhador e agrade-o quando estiver agindo certo. Há quem diga que o dono pode até arranhar um pouco para que o gato aprenda por observação.

Revestimentos

“Os animais agem por instinto, às vezes querem mostrar que estão na fase sexual ativa e fazem pipi no chão, para demarcar território”. Para evitar aborrecimentos é bom optar por um piso fácil de limpar e resistente.

O granito pode ser uma boa opção no caso dos gatos, mas, para os que têm cachorro, ele indica o revestimento cerâmico, menos poroso, que absorve menos líquido. Quem preferir, ainda pode escolher madeira com verniz poliuretano, mas esse piso é mais frágil e pode ficar riscado.

Piso Drenante

O piso de cimento drenante e madeira de pinus desenvolvido pelas arquitetas Flávia Nunes e Mariana Marini.

É ideal para quem tem cachorro em casa. Além de drenar as necessidades do cão, o piso também diminui o odor.

 

Cortinas

“Quando querem chamar a atenção, os cães podem urinar na cortina”. Nesse caso, recomenda-se cortinas feitas de poliéster, mas fáceis de limpar. Com os gatos o drama é outro: eles adoram escalar as cortinas e podem estragar o tecido.

 

Plantas

Quem convive com gatos deve ficar atento: algumas plantas, como ervilha-de-cheiro, bico-de-papagaio, azaléia e comigo-ninguém-pode, são verdadeiros venenos. “Se animal as ingerir, leve-o imediatamente a uma clínica, pois essas espécies podem até matar”, diz o veterinário.

Sobre A Redação

Portal criado em 2000 e lançado em 2006, temos o maior conteúdo sobre o Mercado de Luxo e somos o maior da América Latina, com atualização de notícias diariamente. Publicamos milhares de artigos e pontos de vista em mais de 40 categorias de luxo.

Verifique Também

Artista digital cria lindas fotomontagens em homenagem aos animais

A fotógrafa e artista digital Stéphanie Paquot de origem Belga, cria fotomontagens sublimes que homenageiam …

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *