Início / Lifestyle / Arte & Cultura / Você viu? Pintura de David Hockney é vendida por U$ 90 milhões

Você viu? Pintura de David Hockney é vendida por U$ 90 milhões

Uma pintura emblemática do artista britânico David Hockney alcançou o valor de 90,3 milhões de dólares (cerca de R$ 334 milhões) na casa de leilões Christie’s, batendo o recorde de valor pago em leilão pela obra de um artista vivo.

O quadro “Retrato de um Artista (Pintura com duas Figuras)” ultrapassou a estimativa de pré-venda da Christie’s, de cerca de 80 milhões de dólares, após batalha de lances que começou quando a pintura chegando aos 70 milhões de dólares.

O recorde anterior de valor pago por uma obra de um artista vivo era da escultura “Balloon Dog”, de Jeff Koons, vendida por 58,4 milhões de dólares em 2013. O recorde prévio da pintura de David Hockney no leilão era de 28,4 milhões.

A obra de 1972 do artista de 81 anos, uma de suas mais famosas, retrata um homem de casaco rosa observando outro homem mergulhando em uma piscina, e segundo reportagens foi adquirida pelo bilionário britânico Joe Lewis.

A Christie’s não identificou o vencedor nem o comprador, que deu lances por telefone durante uma disputa de quase 10 minutos.

Morgan Long, diretor sênior da casa de investimentos em arte Fine Art Group, saudou “um grande resultado para a Christie’s”, dizendo que a casa de leilões alcançou seu preço previsto de 80 milhões de dólares “graças a uma combinação de marketing inteligente e do que pareceu pura determinação de levar a pintura para casa por parte de um cliente ao telefone”.

Em uma medida virtualmente inédita para uma pintura tão valiosa, “Retrato de um Artista”, que esteve em exibição no Tate britânico, no Centro Pompidou e no Museu Metropolitano de Nova York nos últimos dois anos, foi vendido sem reserva, o preço mínimo aceito para a venda de uma peça.

A venda aumentou o sucesso do leilão de arte contemporânea e do pós-guerra da Christie, que rendeu um total de 357,6 milhões de dólares, aproximadamente a média do valor esperado, e encontrou compradores para 41 de seus 48 lotes.

Outros destaques do leilão foram “Study of Henrietta Moraes Laughing”, de Francis Bacon, vendido por 21,7 milhões de dólares, e “21 Feuilles Blanches”, de Alexander Calder, comprado por pouco menos de 18 milhões de dólares.

Reuters

Sobre A Redação

Portal criado em 2000 e lançado em 2006, temos o maior conteúdo sobre o Mercado de Luxo e somos o maior da América Latina, com atualização de notícias diariamente. Publicamos milhares de artigos e pontos de vista em mais de 40 categorias de luxo.

Veja Também

Beach Club Las Piedras chega à Punta del Leste

Roger Rodrigues e o Grupo JHSF apresentam o local que tem inauguração marcada para o …

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *