Home / Motores / Autos de Luxo / Mercedes Classe C V8 biturbo chega ao país por R$ 545 mil

Mercedes Classe C V8 biturbo chega ao país por R$ 545 mil

mercedes-2015

A Mercedes-Benz apresentou  a sua linha AMG no autódromo Velo Città, em Mogi Mirim, SP. Foi anunciado a versão mais potente do Classe C, a C 63 S, e que chega ao Brasil em junho por R$ 545.740. Na ocasião a empresa  aproveitou para lançar oficialmente outros dois modelos top de linha: AMG GT S e o S 63 Coupé.

Mercedes-AMG C 63

 


Mercedes-AMG C 63

Com o mesmo motor 4.0 V8 biturbo que equipa o GT S, o novo Mercedes-AMG C 63 S possui a tecnologia de instalação das turbinas dentro das bancadas dos cilindros para um maior aproveitamento do turbo. Agora são 510 cv de potência disponíveis entre as 5.500 e 6.250 rpm, com torque de 71,3 kgfm com pico estável das 1.750 rpm até às 4.500 rpm. O câmbio de dupla embreagem de sete velocidades acelerar de 0 a 100 km/h em 4 segundo, atingindo velocidade máxima de 290 km/h.

Mercedes-AMG GT S
Mercedes-AMG GT S

Substituindo o antigo 6.2 V8 aspirado, o propulsor sobrealimentado veio com mais eficiência, chegando a ser 32% mais econômico que o predecessor. A principal alteração no comportamento do carro com tal mudança é a entrada mais abrupta do torque e da potência, em detrimento de uma progressão mais linear do motor da geração anterior.
O modelo possui suspensão adaptativa e quatro modos de condução que também atuam no acelerador, freios e controle de estabilidade.

Disponível aos consumidores a partir de junho, o Mercedes-AMG C 63 S é vendido em dólares (assim como toda a linha AMG, com exceção dos derivados da Classe A), por US$ 209.900, cerca de R$ 545.740.

Mercedes-AMG C 63 Coupé

Mercedes-AMG GT S

O esportivo de apenas dois lugares, que fora apresentado no último Salão do Automóvel, é comercializado por US$ 329.900, cerca de R$ 857.740 e impulsionado pelo mesmo propulsor do C 63 AMG. A única diferença nos números corresponde ao torque, que no caso dele é de 66,3 kgfm. Em contrapartida, devido à sua estrutura feita de alumínio (93%) e magnésio, o modelo ostenta uma relação de peso/potência de apenas 3,08 kg/cv.

O conjunto leve o atribui uma agilidade de tirar o fôlego, alcançando os 100 km/h em 3s8, enquanto proporciona uma dirigibilidade estável e conectada ao motorista, graças à sua distribuição de peso balanceada (47% na dianteira e 53% na traseira) e a tecnologia de suspensão adaptativa, onde se confirma que a dinâmica do GT S é magnífica.

Fotos Divulgação

Sobre A Redação

Portal criado em 2000 e lançado em 2006, temos o maior conteúdo sobre o Mercado de Luxo e somos o maior da América Latina, com atualização de notícias diariamente. Publicamos milhares de artigos e pontos de vista em mais de 40 categorias de luxo.

Verifique Também

Novo relógio da Breitling é simplesmente perfeito para amantes de motos

Duas marcas extraordinárias de diferentes mundos juntaram-se recentemente para uma nova parceria que fará todos …

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *