Home / Motores / Autos de Luxo / Mercedes Classe E Cabriolet chega ao Brasil por R$ 414 mil

Mercedes Classe E Cabriolet chega ao Brasil por R$ 414 mil

A condução a céu aberto ganhou uma nova dimensão: O novo Classe E Cabrio combina um design progressivo e tecnologia inovadora com uma condução e características aerodinâmicas impressionantes. Uma combinação única que se torna realidade – um veículo fascinante para individualistas modernos.

Para ter seus cabelos ao vento a bordo de um Mercedes Classe E Cabriolet, você terá que desembolsar R$ 414 mil, no Brasil.
Este é o preço que se paga para levar o conversível renovado para casa.

O modelo Cabriolet é a última variante do Classe E que faltava ser renovada no nosso país e a Mercedes anunciou o início das vendas nesta semana.
As correntes de ar e os incômodos remoinhos de vento foram visivelmente reduzidos, tendo sido melhorada a comunicação entre os ocupantes, bem como a climatização. O conversível de quatro lugares tem motor 2.0 turbo de 245 cv a 5.500 rpm e 37,7 kgfm entre 1.300 rpm e 4 mil rpm.

O câmbio é automático de nove velocidades e, segundo a Mercedes, esse conjunto leva o carrão aos 100 km/h em 6,6 segundos. Já a velocidade máxima é limitada eletronicamente a 250 km/h.

Era de se esperar que o Classe E Cabriolet trouxesse muitas tecnologias por cifras tão altas. É o caso dos faróis, que têm nada menos que 84 LEDs para formar um conjunto de alta resolução.

Cada LED é controlado individualmente para ajustar a luminosidade de acordo com cada situação. As rodas têm 19 polegadas e as suspensões são 1,5 cm mais baixas do que as do Classe E sedã.

A capota de tecido tem abertura automática e precisa de 20 segundos para abrir ou fechar completamente. Essa operação pode ser feita com o carro até 50 km/h. Mas, outro preço que se paga para viajar com os cabelos ao vento é que a capota fica guardada no porta-malas.

Já o motorista conta com sistemas de auxílio, como sistema de proteção contra capotagem, alerta de colisão, frenagem de emergência, detecção de pedestres e controle automático de velocidade, que funciona como um sistema semi-autônomo a até 130 km/h.

O espaço já não é generoso normalmente, quando comporta 385 litros, e fica mais restrito quando a capota está aberta: 310 litros, segundo a Mercedes.

Na cabine, os passageiros contam com revestimento sofisticado de couro em diversas cores, iluminação de LED, comandos de voz, volante com comandos sensíveis ao toque e central multimídia. O sistema de aquecimento na zona da cabeça, desenvolvido pela Mercedes-Benz, aumenta a estação de condução descapotável.

Com o premir de um botão o ar envolve os ombros e o pescoço do condutor e acompanhante como se fosse um cachecol quente. O sistema aspira o ar frio, para após aquecido o distribuir através de discretos difusores integrados nos apoios de cabeça.

Sobre A Redação

Portal criado em 2000 e lançado em 2006, temos o maior conteúdo sobre o Mercado de Luxo e somos o maior da América Latina, com atualização de notícias diariamente. Publicamos milhares de artigos e pontos de vista em mais de 40 categorias de luxo.

Verifique Também

Chave de carro mais cara do mundo tem ouro maciço e diamantes

Feita com ouro maciço e cravejada de diamantes, a chave de carro mais cara do …

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *