Home / Motores / Autos de Luxo / Empresa Brasileira vende mini-carro de luxo nos EUA

Empresa Brasileira vende mini-carro de luxo nos EUA

O empresário Ricardo Machado, um carioca de 46 anos formado em direito e apaixonado por carros, decidiu se arriscar em um mundo de gigantes, o das montadoras. A partir de 2008 começa a produzir o Obvio!, um carro de três lugares, tricombustível (funciona a gasolina, álcool e gás natural) e, segundo seu criador, com mais potência que seus concorrentes. “Os carros Smart precisavam de uma versão mais esportiva e ecológica”, disse ele, se referindo aos modelos “minis”.

A ideia ressoou bem no mercado internacional. Após participação em algumas feiras, Machado afirma que o carro tem distribuição garantida nos Estados Unidos: são 50 mil unidades, que chegarão à América do Norte em 2008. Com os contratos já fechados, o empresário diz que a montadora, além de criar 4 mil empregos, transformará o Rio de Janeiro no segundo maior produtor de automóveis do Brasil. O investimento total do negócio será de US$ 350 milhões. Machado foi destaque em matéria de duas páginas da edição de fim de ano da revista norte-americana “Newsweek”.


A ideia foi minha (Ricardo machado) e do meu sócio, Anisio Campos. A Obvio! não é nem pretende ser uma montadora convencional. É uma empresa de “brand”, que define seus produtos e administra os processos de desenvolvimento, engenharia, tecnologias e fabricação, produzindo carros urbanos de três passageiros para exportação, de alta segurança e performance. O projeto reflete empresas que quebraram paradigmas de mercado, como a Gol Linhas Aéreas, a Embraer e a Dell Computadores.

Somos a primeira empresa fabricante de automóveis brasileira voltada para exportação. Participamos de quatro feiras internacionais nos EUA, onde a ZAP (Zero Air Pollution, distribuidora exclusiva da Obvio! nos Estados Unidos) recebeu pedidos de 700 pedidos de empresas interessadas em revender nossos produtos. Fomos convidados para Xangai, na China, onde a Obvio! negocia a exportação de partes para montagem de automóveis na China.

Não competimos em hipótese alguma com grandes montadoras, somos carros de nicho, voltados para o mercado de luxo e com o máximo de 200.000 unidades produzidas ao ano. O volume de vendas de carros de passageiros nos EUA é de 7 milhões de unidades anuais.

O design inovador conjugado com a ecologia são nossos principais destaques, não buscamos preço baixo e alto volume. O design inovador e a proporção chama muito a atenção do público. Nossos veículos atenderão ou excederão as exigências de segurança e poluição de EUA, Europa e Japão. Não é nosso risco ou preocupação a formatação das vendas nos mercados dos distribuidores, que pagam adiantado pelos carros que serão produzidos. Nossa preocupação é com a qualidade e acabamento. Os investimentos e orçamento de mídia são baixos, pois nossos carros geram notícias em quase toda a mídia americana e européia.

Usamos 85% de peças existentes nos carros fabricados no Brasil, apesar de atuarmos em um mercado diferente. Desenvolvemos um negócio baseado em pré-vendas, sustentado por cartas de crédito e assinamos um contrato de 21 anos com a ZAP, da Califórnia, para a entrega de um mínimo de 50.000 unidades ao ano. Estamos em avançadas negociações com empresas da Europa que aceitaram o modelo de parceria e querem 70.000 unidades. Nos mesmos moldes, negociamos 30.000 veículos ao ano para o Japão.

Quando fizemos nosso primeiro salão em São Francisco, em novembro de 2005, levamos uma delegação do governo do Rio de Janeiro e um analista de mercado da Petrobras. Primeiramente, lançamos os carros movidos a etanol (álcool) e gasolina, e eles foram um verdadeiro furor no salão. Tivemos que isolar os carros do público e 50 mil folhetos foram entregues em dois dias. Criamos a idéia de um tratado de “estados Irmãos” entre a California e o Rio de Janeiro e queremos dar continuidade à idéia, com o apoio da Petrobras. A empresa o que deu errado no programa do álcool brasileiro (nos anos 80) e é importante para nós que os novos usuários do combustível não enfrentem.

O mercado brasileiro tem potencial pequeno para a Obvio!, estimada em 500 unidades anuais. No Brasil, nosso apelo não é o combustível ecológico, mas a inovação em design. Os eventuais brasileiros interessados poderão adquirir os veículos diretamente no site da ZAP, distribuidor nos Estados Unidos. Após o pagamento dos impostos de exportação, que elevará os preços para US$ 30 mil, para o modelo 828, e para US$ 60 mil, no 012, os clientes locais poderão retirar as unidades diretamente no Rio de Janeiro.

(Nos EUA, os dois modelos custarão, respectivamente, US$ 14 mil e US$ 28 mil) Em outubro de 2005, foi celebrado o contrato com a ZAP, que passou a ser proprietária de 20% da empresa, transformando a Obvio! em sociedade anônima. Com o contrato de 50 mil veículos, a Obvio! será a maior empresa exportadora de veículos do Rio de Janeiro e transformará o estado no segundo maior produtor de veículos do país.

A Obvio! não produz em massa para tentar vender depois, como fazem as montadoras tradicionais. Ela produz só o que já está vendido, conforme definido com as equipes de fornecedores. É um sistema chamado “build to order” que a empresa desenvolveu e patenteou. O cliente da Obvio! é sempre o distribuidor dos veículos, que vende e presta assistência técnica ao cliente final, amparado pela Obvio!. Toda a operação é feita pela internet, sem a necessidade de papelada. Para estruturar a implantação do projeto, que terá custo de US$ 350 milhões, foi contratado o BES Investimentos do Brasil, banco de investimentos do Banco Espírito Santo.


Via | ÓBVIO

Sobre A Redação

Portal criado em 2000 e lançado em 2006, temos o maior conteúdo sobre o Mercado de Luxo e somos o maior da América Latina, com atualização de notícias diariamente. Publicamos milhares de artigos e pontos de vista em mais de 40 categorias de luxo.

Verifique Também

Chave de carro mais cara do mundo tem ouro maciço e diamantes

Feita com ouro maciço e cravejada de diamantes, a chave de carro mais cara do …

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *