Home / Notícias / Notícia em Destaque: O Luxo enfrenta o seu futuro!

Notícia em Destaque: O Luxo enfrenta o seu futuro!

luxo-luxo

O luxo é um universo singular que sempre despertou inveja e desejo entre os consumidores. Um produto de luxo se distingue pela sua sofisticação, maior do que um simples uso de um objeto, é também o valor agregado de uma marca, a extensão de que a aquisição do produto de luxo refere-se ao status. O luxo continua a surpreender-nos com sua destreza técnica e artística.

Hoje, o luxo amplamente concentra-se em um mercado mais amplo, menos elitista. Este fenômeno de popularização, também chamado de vazamento de luxo, muda os hábitos dos consumidores modernos e sua maneira de consumir vantagem ao focar sua estratégia sobre o consumo, em vez do próprio produto.

Atendimento ao cliente e pós-vendas, bem como uma comunicação impecável são uma obrigação para qualquer empresa voltada ao segmento. Embora a qualidade esteja sempre um primeiro critério, a experiência do cliente é cada vez mais citada como uma necessidade por parte deles próprios. Esta evolução leva a redefinir o conceito do luxo, porque muitas empresas fazem da experiência e a qualidade, o centro das atenções ao oferecer preços acessíveis a uma clientela ampla.

luxo-brasil

O que podemos realmente dizer  sobre o luxo?

Se os critérios que limitaram uma vez o setor não são mais os mesmos como há 30 anos, o luxo permanece fiel a seus princípios através da adoção, em particular a Internet e aos produtos móveis.

Valor Internacional

Se o luxo francês impõe naturalmente na frente do mercado, que é principalmente internacional, os primórdios da alta joalheria e relojoaria é a Suíça e, em seguida a Inglaterra, que marca pontos no mercado. Da mesma forma, a Itália que está no topo deste historial de prestígio, nomeadamente através do couro e de suas linhas de alta-costura.

luxo-frances

A Europa do Norte se destaca hoje em partes motorizadas, tais como jatos particulares e iates, onde a qualidade alemã na criação automotiva é reconhecida por todos. Luxo, portanto, não se limita a uma única nacionalidade. É multicultural, e esta tendência só aumenta com a chegada de jogadores com um futuro promissor.

Nova chegada neste mundo, a China tem feito muita coisa neste mercado. Globalmente, os chineses realizaram em 2014 25% das compras de luxo, contra 24% para os europeus e para os norte-americanos (20%), japonês (14%) e do resto do consumidores asiáticos (11 %). O número de bilionários teria passado a limiar de 315 em 2013 e continua crescendo, assim como no México, onde a previsão é de 265.000 milionários em 2017. Entre os mercados para conquistar, dois pólos estão cada vez mais interessados nas marcas europeias. Se os Estados Unidos concentram o maior número de “super-ricos”, o consumo de produtos europeus de alto nível está caindo. Na terra de Marc Jacobs e Calvin Klein, o nicho do luxo está cada vez mais popular entre os norte-americanos, bem como compradores de turismo de massa.

embraer-legacy

Os países emergentes não estão parados e estão vendo florescer o número de “novos ricos”. O Brasil mesmo com a crise atual, tem inaugurado boutiques de produtos e serviços de luxo de marcas internacionais que desembarcam nos Shoppings exclusivos para este mercado. O país produz um dos melhores jatos executivos do mundo e o mercado continua em alta. Brasileiros são tem compradores de iates, helicópteros, jatos, superesportivos e produtos caríssimos das marcas mais renomadas.

Devido às suas características culturais e religiosas, o Irã é um oásis no segmento de cuidados e produtos cosméticos que não sabem o que é crise. Estes novos mercados anunciam um futuro promissor para o luxo, que ainda terá de se adaptar às mudanças contemporâneas.

Luxo, revolução digital e ecologia

O futuro de luxo continua a ser assegurado, no entanto, esta área histórica está obrigada a fazer parte das mudanças sociais, técnicas e ecológicas. Na era digital, marcas que se recusam a aderir ao sistema do e-commerce ou elas ainda condenam isso ou não irão se beneficiar com as vendas do setor de luxo e fortalecimento da marca. Esta questão ainda em aberto, revelando uma tendência muito mais decisiva para o setor. Hoje, os consumidores de bens de luxo acostumados é própria evolução verificam os produtos pela mídia digital e o que é apresentado pela marca, fazendo com que as relações e emoções ajudem na decisão de compra. Portanto, o negócio não é somente para as grandes casas de luxo, e toda a estratégia que a indústria deve agora reconsiderar é a colocar a inovação no centro de suas prioridades.

aston-martin

Paralelamente a este desenvolvimento, o setor de luxo também é confrontado com o aumento das falsificações, especialmente nas áreas cosméticos, perfumes e acessórios de luxo. Já a sobrevivência dos produtos são questionados quanto a utilização de materiais nobres, como couros e peles de répteis, que são outros constrangimentos ambientais. Esta dimensão ecológica revela-se um dos principais riscos que em breve enfrentarão este universo singular que é o luxo.

Necessidade genuína ou capricho?

Se a definição de luxo continua a ser subjetiva, uma coisa é certa: ele vai continuar a promover o sonho. A exaltação dos sentidos e emoções, sempre aproximam ainda mais para a perfeição e criatividade sem limites. São valores ancestrais que o luxo perpetuará no futuro, no âmbito de um símbolo de status.

O mercado de luxo está longe de desaparecer, mas devem se reinventar. O luxo de amanhã deve continuar a fascinar, e mostrar-se em um ambiente ecológico pioneiro e sem restrições financeiras.

Sobre A Redação

Portal criado em 2000 e lançado em 2006, temos o maior conteúdo sobre o Mercado de Luxo e somos o maior da América Latina, com atualização de notícias diariamente. Publicamos milhares de artigos e pontos de vista em mais de 40 categorias de luxo.

Verifique Também

Embraer abre 100 vagas para o Programa de Estágio 2019

A Embraer iniciou as inscrições para o processo seletivo do Programa de Estágio 2019. Cerca …

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *